Adestramento

guabi620

Vanessa Quintiliano

App CBH

Conscientes de que deram o melhor na disputa de medalhas por equipe no domingo, 16, em que o Brasil acabou ficando com a 5ª colocação, entre os 13 países inscritos e um total de 47 concorrentes, três conseguiram se habilitar entre os 25 melhores da competição para a prova Intermediária I, realizada nesta segunda-feira, 17. A disputa valeu como qualificatória para o Freestyle Inter I, disputa que reune os Top 15  melhores classificados do Pan nesta quarta-feira, 19, na corrida pelo pódio individual.

Do time brasileiro entre os 25 melhores estavam Luiza Tavares de Almeida com Pastor, Mauro Pereira Junior com Tulum Comando SN e Rogério Clementino com Sargento do Top. Todos montando cavalos Lusitanos.  Leandro Silva, 30º colocado no dia anterior, acabou ficando de fora.

Roger Clementino com seu Sargento do Top foi o primeiro a entrar na pista e cravou 66,974%. Em seguida foi a vez de Luiza Tavares de Almeida com Pastor. A amazona, que vinha do segundo melhor resultado do Brasil no dia anterior abacou não mantendo a performance e registrou 65,921%.

 


Rogério com Sargento do Top durante seletiva do Pan no Helvetia Riding Center em Indaiatuba; foto: Ney Messi

O último representante brasileiro a entrar em pista foi Mauro Pereira Junior com Tulum Comando SN, que em uma bela apresentação alcançou a média de 70,711%. Ao final Mauro e o belo lusitano Tulum, conjunto em franca ascensão desde a sua estreia nas seletivas do Pan, fecharam em 11º lugar e Rogério com Sargento do Top, em 15º.

 


 

Mauro com seu Tulum Comando SN em seletiva na Sociedade Hípica Paulista



Ambos montam garanhões puro sangue lusitanos - raça cujo investimento de criadores brasileiros vêm alavancando a popularização e o desenvolvimento da modalidade no país. Em 2004, Tulum Comando SN, de propriedade do Eliane Garcia, já era elogiado por juizes de internacionais de renome como o alemão Uwe Mechelen que o avaliou como um de melhores cavalos novos já vistos e montado por ele. Enquanto Sargento do Top, hoje aos cuidados da Coudelaria Ilha Verde de Victor Oliva, leva o ferro da Top Agropecuaria, pioneira e historicamente a mais premiada criação da raça no país.

"Estamos muito satisfeitos em chegar à final com dois cavaleiros, sendo que um deles se classificou com uma nota acima de 70% de aproveitamento. Nunca na história do Adestramento brasileiro em Jogos Pan-Americanos nós tivemos uma nota acima de 70. Essa marca é excepcional e mostra o crescimento do esporte no país", disse Coronel Salim Nigri, chefe de equipe do adestramento.

Na avaliação de Luiz Roberto Giugni, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, esse é o resultado do investimento e trabalho dos últimos anos. "Praticamente quintuplicamos os postulantes para as seletivas de Adestramento em relação a 2007 e colocarmos dois cavaleiros na final do individual é o reflexo deste trabalho", ressalta o dirigente.  
 



Mauro e Tulum: são Brasil em Guadalajara 2011: foto: facebook/Mariana Castro
 



No cômputo geral, a exemplo do primeira dia, o melhor resultado voltou a ser do norte-americano Steffen Peters que montando Weltino´s Magic registrou média final de 78,079%. Entre os 15 melhores atletas que se habilitaram a disputa por medalhas individuais durante o Freestyle, os brasileiros Mauro e Roger enfrentam quatro concorrentes dos Estados Unidos, três do Canadá, três do México, dois da Colômbia e um da República Dominicana.
 

 

 


Mauro e Tulum em clique da arquibancada no Country Club Guadalaraja; foto: arquivo pessoal/facebook - Li Garcia




Valendo salientar que no Pan RIO 2007onde o Brasil foi bronze por equipes nenhum brasileiro ficou entre os 15 finalistas individuais.


Os candidatos às medalhas individuais

Estados Unidos

O país medalha de ouro por equipe conseguiu qualificar todos seus quatro atletas. Steffen Peters/Weltino´s Magic (78,079%), Anderson Blitz Heather/Paragon (77,184%), Marisa Festerling/Big Tyme (74,316%) e César Alberto Parra/Grandioso (72,000%).

Canadá
Medalha de prata por equipe, o país vai contar com três representantes no Freesyle: Thomas Dvorak/Viva´s Salieri W (73,079%), Tina Irwin/Winston (70,842%) e Crystal Kroetch/Lymrix (71,000).

México
Quarto colocado por equipe, o país anfitrião do Pan 2011 também emplacou três representantes: Bernadette Pujals/Iusa Rolex (72,605%), Omar Zayrik/Lord (67,895%) e Antonio Rivera/Naval (67,184%).

Brasil
Quinto por equipe, nosso time será representado por Mauro Pereira Junior/Tulum Comando SN (70,711%) e Rogério Silva Clementino/Sargento do Top (66,975%)

Colômbia
Bronze por equipe, o país será representado por dois conjuntos: Constanza Jaramillo/Wakana (71,211%) e Marco Bernal/Farewell (71,105%).

República Dominicana
Palco do Pan de 2003, o país conseguiu vaga no Freestyle com o conjunto Ivonne Losos de Muñiz/Dondolo Marismas (70,342%).

Site Oficial Pan de Guadalajara - clique aqui.

Com a fonte: FPH - Carola May com Rute Araújo, site oficial e MKT Mix Rio - Samantha Leiras; foto: arquivo pessoal / facebook e arquivo Ney Messi

                                             ministerioesp227 2017              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150 / Fax: (21) 2277-9165