Paraequestre

guabi620

consulta ID3

App CBH

A equipe brasileira venceu o Campeonato Aberto de Adestramento Paraequestre, no último final de semana, de 1 a 3/7, na cidade de Casorate Sempione, Itália. Com total de 423,120 pontos, o Brasil ficou à frente da Itália, com 416,758 pontos, e da França com 413,166, e está próximo da qualificação para os Jogos Paraolímpicos Londres 2012.

“Nossa estratégia de qualificação para 2012 se baseia no ranking por equipes. Com o resultado na Itália, passamos a liderar o ranking, estamos numa ótima posição, mas temos mais competições até o final do ano e as posições podem mudar. Temos que manter a estratégia e o foco do trabalho”, diz Marcela Parsons, diretora Paraequestre da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) e chefe da equipe brasileira em Casorate Sempione.

Em busca da qualificação olímpica, o time brasileiro domina o placar na Itália



As três equipes melhores colocadas no Campeonato Mundial 201, já carimbaram o passaporte para Londres e estão fora do ranking por equipes, que, neste momento tem o Brasil como primeiro colocado, seguido de Holanda, Bélgica e Itália.

Os resultados da equipe brasileira foram conquistados pela soma dos excelentes resultados individuais dos quatro cavaleiros na competição.

Na sexta-feira, na prova conhecida como Team Test, os cavaleiros Vera Lúcia Mazzilli e Sérgio Fróes Oliva conquistaram mais uma vez uma dobradinha para o Brasil em um Campeonato Aberto Internacional, na categpria Grau 1a (maior nível de comprometimento).  Montando o cavalo Locomotion, Vera Lúcia garantiu o ouro com o percentual de 70,588%. Enquanto Sérgio Fróes Oliva ficou com a prata, ao cravar 69,706%, montando Igloo de Mons.


Vera Lúcia Mazzilli comemora mais uma grande conquista

 

Sérgio Froes com seu merecido troféu



Pela manhã do mesmo dia, Marcos Fernandes Alves, o Joca, já havia conquistado um bronze na categoria Grau 1b, montando o cavalo Luthenay de Vernay, com o percentual de 69,242%. Os três cavaleiros formam a equipe brasileira, junto com a amazona Elisa Melaranci, que na categoria Grau 2 obteve o resultado de 64,365%, com o cavalo Paradoxe Gravolette, ficando com a sexta colocação.

Dono de duas medalhas de bronze nas Paraolimpíadas 2008, Joca busca mais uma participação olímpica em Londres 2012



No sábado, no Individual Championship, Vera Lúcia Mazzilli voltou ao topo do pódio em sua categoria, com percentual de 72,750%. Desta vez, Sérgio Fróes Oliva ficou com o bronze, com o percentual de 69,167%. O italiano Andrea Vigon conquistou a prata com 70,250%.

Já no Grau 1b, Joca repetiu o bronze do dia anterior, com percentual de 71,667%. Mais uma vez, o austríaco Puch Pepo garantiu o ouro, com 75,145%. No Grau 2, Elisa Melaranci obteve a sétima colocação com 63,175%, na prova vencida pela anfitriã Silvia Veratti, com 72,778%. 

No último dia de competição, na prova de Estilo Livre com Música, todos os brasileiros conquistaram medalhas em suas respectivas categorias. Elisa Melaranci garantiu um inédito bronze no Grau 2 com 65,333%, enquanto Joca repetiu o bronze dos dias anteriores com 71,583% no Grau 1b. No Grau 1a, Vera Mazzilli desta vez ficou com a prata com 71,583% e Sérgio Fróes Oliva com o bronze ao marcar 68,917%.

“Temos um time muito forte. Nossos quatro cavaleiros conquistaram dez medalhas individuais para o Brasil, além do título por equipes. Estão todos de parabéns. Além de qualificar uma equipe completa para os Jogos, nosso objetivo é preparar um grupo forte de atletas para brilhar em Londres. Esse Aberto da Itália mostra que estamos no caminho certo”, completa Marcela Parsons. 

Clique aqui e consulte o resultado completo.


Fonte e fotos: CPB

               novo logo cob 75                              ministerioesp227 2017              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150 / Fax: (21) 2277-9165

© Copyright 2010 - 2017   |   Todos os direitos reservados   |   Produzido por Magoo Digital