Paraequestre

guabi620

consulta ID3

App CBH

Valendo vaga olímpica para as modalidades Salto, Adestramento e Concurso Completo de Equitação, os Jogos Equestres Mundiais começam nesta quarta-feira,12, e seguem até 23/9, no Tryon International Equestrian Center, em Mill Spring, na Carolina do Norte, EUA. Time Brasil conta com 35 atletas em sete modalidades. 

A cada quatro anos amazonas e cavaleiros têm encontro marcado nos Jogos Equestres Mundiais -  World Equestrian Games (WEG), considerada a “Copa do Mundo do cavalo”. O evento reúne os tops de cada país em um enfrentamento direto, em que mulheres e homens competem em igualdade. Em sua 8ª edição, o WEG chega com expectativa de superar os números de 2014, na Normandia, quando 984 atletas de 74 países competiram em oito modalidades. Definido pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), o Time Brasil será representado no Adestramento (4 atletas), Adestramento Paraequestre (4), Concurso Completo de Equitação (5), Enduro (4), Rédeas (5), Salto (5) e Volteio (8).

As oito modalidades estão divididas em duas semanas: de 12 a 16/9 serão definidos os pódios do Adestramento, Concurso Completo de Equitação, Enduro e Rédeas; e de 18 a 23, Adestramento Paraequestre, Atrelagem, Salto e Volteio. Até o momento, o anunciado furacão Florence não chegou à Carolina do Norte. No  horário de fechamento dessa nota, os cavalos das equipes de Adestramento e Enduro já haviam passado pela inspeção veterinária com 100% de aprovação. 

inspecao adest 1109F

Missão cumprida na inspeção veterinária da modalidade Adestramento 

Enduro e Rédeas

A modalidade que abre as atrações nesta quarta-feira (12) é o Enduro, única disputa que se realiza em um único dia. A disputa começa às 07h00 e segue até as 20h30 impondo um percurso de 160 km. Os quatro representantes do Brasil são atletas experientes, com participação em outras edições do Mundial: André Vidiz montando Bondgirl Endurance compete pela terceira vez. Ana Carla Maciel com Moscou Endurance e Pedro Stefani Marino montando RG Komo estão pela segunda vez nos Jogos. Enquanto Carlos Augusto Amaral Paes De Barros com Koheilan Kajla é o estreante da equipe.

Único esporte conhecido como “western” a ser regido pela FEI, Rédeas também dá a largada nesta quarta-feira, 12, em dois períodos de competição: das 08h30 às 13h30 e das 16h00 às 21h00. Com atletas com chances de pódio, três deles radicados nos Estados Unidos, pólo mundial da modalidade, a equipe verde amarelo será representada por João Felipe Lacerda montando Gunner Dunit Again e que compete pela terceira vez no Mundial. Franco Bertolani, em seu segundo Mundial monta Wimpys Little Colonel  e fazem sua estréia nos Jogos Marcelo Almeida/Mahogany Whiz, Thiago Boechat/SG Frozen Enterprize  e Roberto Jou Inchaust/F5 Licurgo Tapajós. As competições de Rédeas seguem na quinta-feira (13) das 14h00 às 16h15 e terminam no sábado (15) das 18h00 às 20h15.

redeas02 1109 650

A equipe brasileira de rédeas vem forte na briga por medalhas

Adestramento

O Adestramento é outra atração desta quarta-feira e a disputa começa às 08h45 seguindo até as 18h00. O Grand Prix, prova qualificatória para a próxima fase, será dividido entre quarta e quinta-feira (13), quando será definido o pódio por equipe. Com time jovem, mas já olímpico, o Brasil será representado por João Victor Marcari Oliva - filho da ícone do basquete Hortência Marcari – que monta Xiripiti TVF, Giovana Pass com Zíngaro de Lyw, Leandro Aparecido da Silva montando Dicaprio e Pedro Tavares de Almeida com Aoleo. Pela segunda vez no WEG estão João Victor Oliva e Pedro Almeida. Os 30 melhores conjuntos (cavalo/cavaleir o) do Grand Prix se qualificam para o GP Special que acontece na sexta-feira (14), de onde saem os 15 melhores para a disputa de medalha individual que acontece no domingo (16), no Gran Prix Freestyle.

Concurso Completo

Outra atração desta primeira semana em Tryon é o Concurso Completo de Equitação (CCE), modalidade disputada em três fases: Adestramento, que será disputado nos dias 13 e 14, o Cross-country no dia 15 e o Salto dia 16, quando serão definidas as medalhas por equipe e individual a partir da soma do resultado das três provas. Com atletas experientes, a equipe de CCE conta com os olímpicos Marcelo Tosi montando Genfly Agromix, Márcio Carvalho Jorge com Coronel MCJ e Márcio Appel com Iberon JMen. Completa a equipe Henrique Pinheiro Plombon/Land Quenotte do Faroleto e Nilson Moreira da Silva/ Magnums Martini. Contabilizando participações em WEG estão Tosi e Márcio Jorge, em terceira e segunda vez, respectivamente.

Desafios da próxima semana

Da terça-feira (18) a domingo (23), outras quatro modalidades entram em pista: Adestramento Paraequestre, Atrelagem, Salto e Volteio. A única modalidade sem representação brasileira é a Atrelagem.

No Salto, entre qualificativas, definição por equipe e individual, as disputas acontecem nos dias 19, 20, 21 e 23. O Adestramento Paraequestre dá a largada no dia  19, segue nos dias 20, 21 e 23, definindo medalhistas por grau em prova técnica e estilo livre e pódio por equipe. No Volteio as disputas acontecem nos dias 18,19, 20 e 22 com definição de pódio por equipe e individuais por sexo.

Os Jogos Equestres Mundiais, realizados pela segunda vez nos Estados Unidos, são um evento organizado pela Federação Equestre Internacional (FEI) e Equestrian Sport Productions. 

Imprensa CBH - Rute Araujo e Carola May ; imagens: Valdir Araújo e cedida 

 

               novo logo cob 75                              ministerioesp227 2017              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150 / Fax: (21) 2277-9165

© Copyright 2010 - 2017   |   Todos os direitos reservados   |   Produzido por Magoo Digital