Salto

guabi620

consulta ID3

App CBH

Na tarde desse domingo, 21/8, o GP Banco BVA - Troféu José Roberto Reynoso Fernandez - fechou com chave de ouro, na Sociedade Hípica Paulista, o Classic Horse Show, único Concurso Nacional de Saltos 5* na temporada 2011.

Com transmissão ao vivo da Bandsports e da Horse Show Brasil, a webtv da Federação Paulista de Hipismo, o GP, a 1.60 metro, teve a participação de 23 concorrentes dentre os quais sete fecharam a 1ª passagem com 1 falta - habilitando-se assim a um acirrado desempate na corrida por 100 mil reais em  premiação.

Primeiro a largar, mostrando todo o seu talento, o campeão olímpico da Juventude 2010 Marcelo Chirico, de apenas 19 anos, com sua nova montaria Omanie du Landais cruzou a linha de chegada sem faltas em 42s89 - um resultado que permaneceu imbatível até o final.

O jovem talento Marcelo Chirico e sua Omanie du Landais a caminho de sua 2ª vitória em um GP a 1.60 metro; foto: Duílio / Tupa Vídeo


Outros dois conjuntos garantiram pista limpa no desempate. Sagrou-se vice-campeão Yuri Mansur Guerios com seu QH Chico Z, conjunto que defendeu o Brasil na Final da Copa do Mundo 2011, em 43s56. Com esse resultado somando a sua campanha no Concurso, incluindo uma vitória a 1.50 metro em 19/8, Yuri sagrou-se "melhor cavaleiro do concurso" levando um prêmio extra de 5 mil reais, além dos 22 mil pelo 2º lugar no GP.

 



Yuri Mansur com QH Chico Z: vice-campeão do GP BVA - Troféu José Roberto Reynoso Fernandez

 


O 3º posto coube a Felipe Juares de Lima com Zuleika Método, 44s71. Em 4º lugar chegou o carioca Luiz Francisco de Azevedo, o Chiquinho, com seu Cachemire, um derrube, em 42s36, quebrando a hegemonia de São Paulo nas seis primeiras colocações.


Felipe com Zuleika Método: um conjunto em franca ascensão; foto: Duílio / Tupa Video

 

Na 5ª aparece o jovem talento Guilherme Foroni com seu EF Bartolomeu, um derrube, 45s11, seguido pelo cavaleiro da casa Pedro Junqueira Muylaert com Ducati, em 41s53, melhor tempo do desempate, porém com duas faltas.

Paralelamente ao evento, o Classic Horse Show contou com uma confortável área vip para convidados especiais entre empresários, patrocinadores e amantes do cavalo que puderam acompanhar o melhor do esporte com direito a buffet do Restaurante Charlô.

A comemoração do campeão a caminho do Pan

"Estou com a Omanie desde abril e essa foi a nossa 2ª participação e também vitória em um GP desse nível", conta Marcelo, que em final de maio também subiu ao topo do pódio no GP World Cup Qualifier no Concurso Sol de Mayo na Argentina.


Marcelo e Omanie em ação na 1ª disputa a 1.50 metro no Classic Horse Show; foto: Duílio / Tupa Vídeo

 

"Agora devo saltar o Concurso no Haras Larissa e depois o Indoor em São Paulo", adianta Marcelo, que em 2010 foi ouro na 1ª Edição dos Jogos Olímpicos da Juventude e, no mesmo ano, conforme a regra vigente à época, também garantiu o título de campeão brasileiro Junior. Marcelo, 19, é uruguaio, sempre praticou hipismo no Brasil, e há dois anos e meio tem residência fixa em Porto Alegre.

"Quero defender o Uruguai nos Jogos Pan-americanos em Guadalajara e minha meta é buscar a qualificação olímpica. Para tanto, ainda preciso trabalhar muito", reconhece Marcelo, com humilidade, em entrevista à Horse Show Brasil. A vitória no GP BVA - Troféu José Roberto Reynoso Fernandez garantiu ao cavaleiro a fatia de 30 mil dos 100 mil reais em jogo. 

Troféu José Roberto Reynoso Fernandez

Falecido precocemente em 2002, José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, cavaleiro da Sociedade Hípica Paulista, era conhecido por sua exímia arte de equitar e estilo impecável. Dentre as inúmeras vitórias de Alfinete, vale destacar a conquista da medalha de ouro por equipes nos Jogos Pan-americanos 1967 em Winnipeg no Canadá, o troféu Royal Winter Fair no CHI de Toronto em 1968, a vitória na Prova das Nações em Genebra também em 1968, o título de campeão por equipes em 1978 no Sul-Americano de Saltos em São Paulo, a vitória no Grande Prêmio em Buenos Aires em 1987.


José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, equitação e estilo perfeitos; foto: acervo particular/cedida

 

"O Alfinete era o cavaleiro mais fino, um príncipe a cavalo. Ele de todos nós fazia a pista com mais beleza equestre, era um cavaleiro soberbo", destaca Coronel Renyldo Ferreira, ex-cavaleiro olímpico, companheiro de equipe na medalha de ouro no Pan de 1967.

Alfinete também foi quatro vezes campeão brasileiro Senior e seis vezes campeão do memorável Torneio Pão de Açúcar, atual Copa São Paulo, na Sociedade Hípica Paulista.

Resultado GP Banco BVA - Troféu José Roberto Reynoso Fernandez
Placar melhores cavaleiros

Fonte: Carola May com infos Classic Horse Show; fotos: Duílio / Tupa Vídeo  e arquivo pessoal

    novo logo cob 75                              52486598 2004012323016475 4886399187605782528 n              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 17:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital