guabi620

Vanessa Quintiliano

App CBH

Com 70.321% de aproveitamento no Grand Prix Freestyle, João Victor Marcari Oliva, atleta do Hipismo Adestramento, fechou sua participação na FEI World Dressage Cup Finals neste sábado, 1/ 4, em Omaha, Nebraska, Estados Unidos, se apresentando na prova com coreografia livre e música ao som de ritmos brasileiros.

joao xama fei550

João e Xamã dos Pinhais deixam a arena Centurylink Center em Omaha; img: Liz Gregg / FEI

Encantou a plateia mais uma vez. Aos 21 anos, João Victor montando Xamã dos Pinhais foi o mais jovem atleta da competição terminando em 14º lugar e faturando 3.400 euros de premiação. Na quinta-feira (30/03) o conjunto já havia registrado 68.214% no Grand Prix, resultado que lhe valeu o 4º índice técnico rumo aos Jogos Equestres Mundiais de 2018, também nos Estados Unidos.

finalistas worldcup650

Eram 18 as vagas na Final da Copa do Mundo, 16 efetivamente largaram na 1ª parcial no Grand Prix e 14 disputaram a decisão no Freestyle Grand Prix 

O primeiro lugar do pódio voltou a ser ocupado pela maior medalhista olímpica do hipismo: a alemã Isabell Werth montando Weihegold Old que registrou a excepcional nota de 90.704%, o que lhe rendeu 50.900 euros em premiação e tricampeonato na competição. A prata ficou com a norte-americana Laura Granves apresentando Verdades, 85,307, e o britânico Carl Hester com Nip Tuck garantiu bronze, 83,757%. 

isabel JmHollander FEI

 Mais que merecido tricampeonato para Isabell Werth : img: Jim Hollander / FEI 

Fatos e feitos

Isabell foi campeã da Copa do Mundo três vezes: em 1992 em Gotemburgo com Fabienne, em 2007 montando Warum Nicht em Las Vegas e agora em Omaha, montando Weihegold Old.

Participaram do Grand Prix Freestyle 14 ompetidores de 11 países: Alemanha, Argentina, Áustria, Brasil, Dinamarca, Estados Unidos, Grã Bretanha, Holanda, Irlanda, Rússia e Suíça.

O primeiro homem a vencer a competição foi o alemão Sven Rothenberger montando Andiamo em ’s-Hertogenbosch Holanda, em 1990. As mulheres costumam dominar o topo do pódio. 

A primeira argentina a competir em uma final de Copa do Mundo é Maria Florencia Manfredi que montando Bandurria Kacero fechou em 13º lugar em Omaha. 

O país com maior número de títulos é a Holanda com 13 ouros. Alemanha faturou o título em nove ocasiões, enquanto os EUA e Suíça foram campeões uma vez cada. 

O Freestyle - reprise com movimentos obrigatórios em sequencia livre com música - é competição mais popular do adestramento e foi introduzida em 1986. 

João Victor Oliva é o 2º brasileiro a competir em final da Copa do Mundo. A primeira foi Luiza Tavares de Almeida, então com 18 anos, na Copa do Mundo de 2010 na Holanda , 15ª colocada.  

 

CBH com as fontes Rute Araújo e FEI 

                                             ministerioesp227 2017              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150 / Fax: (21) 2277-9165