guabi620

consulta ID3

App CBH

Dando sequencia à segunda semana de competições do Internacional de Concurso Completo Barroca D´Alva, em Portugal, tops do Brasil garantiram ótimos resultados. No CCI3* (formato longo), o cavaleiro olímpico Marcelo Tosi com Starbucks garantiu vitória com 74,66% no adestramento (-25 pontos perdidos - pp) , zero no cross-country computando 5,2 pp por excesso de  tempo e pista limpa no salto, fechando com apenas - 30,5 pp superando 28 conjuntos. O também olímpico Marcio Appel com seu Iberon JMen comemorou o 4º posto: adestramento, 67,95% (-32 pp), cross 0 pontos, zero salto, fechando com - 32 pp. 

marcelotosi starbucks1003 650

Marcelo e Starbucks em ação no cross; img: Equus Pix  - Irish Eventing Times

Destaque também para atuação do olímpico Ruy Fonseca Filho,  o Ruyzinho, montando Korsica que no CCI4* Short garantiu o 5º posto: adestramento, 64,65% (-35,3 pp), cross 0 pontos (- 16,4 pp por excesso de tempo), salto uma 1 falta (-4), totalizando - 55,7 pp. A vitória foi do espanhol Francisco Gavino Gonzales com Sourze de Faye, 47,5 pp. 

Na primeira semana do evento, o cavaleiro olímpico Marcio Carvalho Jorge com Lissy Mac Wayer garantiu ótimo resultado com 74,55% no adestramento, percurso do cross sem faltas e dentro do tempo e apenas uma falta no salto, fechando com apenas 29,5 pontos perdidos na 3ª colocação entre um total de 43 conjuntos. Os olímpicos Marcio Appel com Iberon JMen, 18º, e Ruy Fonseca com Korsica, 31º, também disputaram a prova. 

timebrasil barroca1003 650

Ricky Candy, Marcio Appel, Marcelo Tosi, Marcio Carvalho Jorge e Ruy Fonseca: time de ponta brasileiro a postos no tradicional evento português

Entre outras participações dos brasileiros, Ruy Fonseca montando Ballypatrick SRS foi 3º no CCI2* com 68,69% no adestramento, apenas 1,2 pontos perdidos por excesso de tempo no cross e pista limpa no salto fechando com 32,5 pontos perdidos entre 62 conjuntos. Em mais um bom resultado para o Brasil Marcelo Tosi com Starbucks foi 6º com 71,79% no adestramento, cross sem faltas e oito pontos perdidos (2 faltas) no salto totalizando 36,2 pontos perdidos. Além de Marcelo Tosi, Marcio Appel, Marcio Carvalho Jorge, Ricky Candi também largou pelo Brasil. 

"Estou muito feliz com as duas semanas de competição. Esse concurso tem 17 anos de existência e eu vim em 15 edições", destaca Ruy Fonseca. "Com os resultados em Barroca qualifiquei meu segundo cavalo ao Pan pois já tinha qualificado a égua Korsica ano passado. Hoje também na prova mais forte CCI 4* (formato curto) valendo como qualificativa para Tokyo 2020 fiz 5º lugar com a égua Korsica", destaca Ruyzinho. 

As qualificações para Tokyo 2020 começaram em janeiro de 2019 e seguem até junho 2020, antes porém o grande desafio é brigar por ouro ou prata nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019, resultado que garante a vaga olímpica ao país. "Todos os brasileiros estavam contentes com suas performances. O maior objetivo de todos nós esse ano é visar melhor preparação reumo Pan Americano pois temos condições de ter um ótimo time. A briga vai ser acirrada no Pan uma vez que somente duas equipes qualificam o país para Tokyo", finaliza Ruyzinho. 

Vale lembrar que no último Pan-americano o Time Brasil foi prata, a apenas três pontos dos EUA, que faturaram ouro e, de quebra, Ruy Fonseca conquistou bronze indidividual. "Tenho certeza que temos bons conjuntos para brigar de igual para igual no Pan e agora é continuar trabalhando firme para os Jogos", finalizou o cavaleiro.   

 

Imprensa CBH ; fotos reprodução Irish Eventing Times e cedida 

    novo logo cob 75                              52486598 2004012323016475 4886399187605782528 n              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 17:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital