superior covid19

QUIZ CBH

ID CBH 4

João Victor Marcari Oliva montando Escorial Horsecampline venceu o Grand Prix do Concurso de Dressage - Adestramento Internacional (CDI3*) de Jerez de La Frontera, competição que também contou com a dupla Pedro Tavares de Almeida/ Famous do Vouga.

Em uma sequencia de bons resultados pós Jogos de Tóquio e de olho no Campeonato Mundial de Dressage, em agosto, na Dinamarca, o cavaleiro brasileiro João Victor Marcari Oliva, 25 anos, radicado em Portugal, fez soar o Hino Nacional neste sábado 19/3, na Real Escuela Andaluza del Arte Ecuestre, em Jerez de La Frontera, na Espanha.

Montando o cavalo Lusitano Escorial Horsecampline, João Victor foi o campeão do Grand Prix do Concurso de Doma Clásica Internacional Andalucía Deja Huella (CDI3*), terminando sua apresentação com a nota média final de 72,696%, atingindo novo recorde pessoal. Na avaliação individual, os cinco juízes da Federação Equestre Internacional (FEI) atribuíram a dupla notas acima de 71%: os FEI5* Eve Eisenhardt, da Alemanha (72,500%), o francês Jean Michel Roudier (71,630%) e o holandês Eduard De Wolff Van Westerrode (71,413%), além dos FEI4* Sharon Rhode, da África do Sul (74,239%) e o espanhol Mariano Santos Redondo (73,696%).

joao arquivo tokyo 2003

João Victor e Escorial Horsecampline em clique de arquivo nos Jogos Olímpicos de Tokyo,  onde garantiu o melhor resultado do Brasil na história da competição

Outro brasileiro em pista foi Pedro Manuel Tavares de Almeida montando Famous do Vouga, também Lusitano e de criação nacional, que fechou sua apresentação com a nota média final de 67,217% e em 15º lugar entre 34 conjuntos (cavalo/cavaleiro) de sete países.

Os 12 melhores resultados no Grand Prix se habilitaram ao GP Freestyle, prova com coreografia livre e música, que acontece nesse domingo 20/3 a partir das 16h50 (hora local). João Victor Oliva e Escorial Horsecampline entram em pista às 18h21 (14h21 no Brasil).

Rumo ao Mundial

Atletas brasileiros do Adestramento (Dressage) buscam índices para o Campeonato Mundial da modalidade - ECCO FEI – World Championships – que acontece entre 6 e 10 de agosto em Herning, na Dinamarca. Técnicamente, João Victor/Escorial já conquistaram vaga no Time Brasil pelos resultados registrados nos Jogos de Tóquio em 2021.

Poderão participar do processo seletivo para o Campeonato Mundial de Dressage os conjuntos que obtiverem seu FEI Minimum Eligibility Requirement (MER)/ COC (Certificate of Capability) entre 01 de janeiro de 2021 e 04 de julho de 2022. Serão selecionados os conjuntos com os maiores percentuais (resultados isolados por prova) no período 27 de abril a 03 de julho de 2022, excetuando reprises Freestyle: GP e GPS. Serão observados apenas resultados em eventos CDI3*/CDI4*/CDI5*/CDI-W/CDIO, desde que o conjunto participe de todas as provas daquele CDI.

O índice desejado pela CBH para os integrantes da equipe é de 68% no Grand Prix - nota média geral e com um juíz FEI5* - em pelo menos dois eventos.

Para acompanhar os resultados do CDI3* de Jerez de La Frontera, na Espanha - clique aqui  

Com a fonte: Rute Araújo; img: LC Ruas 

    novo logo cob 75                              sec esporte 2              seloLeiIncentivoVertical 72           EUw1EH7X0AE6DBv          institutoethos               pactopeloesporte               horsepilot 

  2020110351982001605034774

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital