Rédeas

superior covid19 2

QUIZ CBH

ID CBH 4

A Federação Equestre Internacional (FEI) adicionou novos módulos ao FEI HorseApp para monitorar os principais requisitos obrigatórios nas medidas de retorno das competições na Europa continental visando a retoma segura do esporte a partir de 12/4, após seis semanas de interrupção devido a um surto de herpes vírus equino E-HV1 (forma neurológica).

As principais áreas cobertas pelos protocolos de retorno à competição, que foram lançados em 30 de março, incluem testes PCR antecipados (apenas para determinados eventos), monitoramento da temperatura dos cavalos, bem como procedimentos aprimorados de exames na chegada. Medidas rigorosas de biossegurança e planos de mitigação, de acordo com os Regulamentos Veterinários da FEI, também fazem parte dos protocolos.

fei horse app500

FEI  Horesapp - Tecnologia a serviço do esporte e biosegurança 

As medidas incluem uma série de disposições temporárias que permanecem em vigor até 30 de maio de 2021, proporcionando uma margem de segurança com base científica para permitir o monitoramento de quaisquer outros surtos relacionados. Essa data, se necessário, pode ser prorrogada.

O Grupo de Trabalho de Epidemiologia Veterinária da FEI chegou ao consenso que atualmente não há nenhuma evidência indicando que seria inseguro retomar à competição internacional na Europa continental, desde que as medidas preventivas obrigatórias sejam implementadas. Ao mesmo tempo, o Grupo continuará acompanhando a evolução dos surtos diariamente.

“O recente surto de EHV-1 ressaltou a importância da detecção e prevenção precoce na transmissão de doenças”, destaca Göran Åkerström, diretor veterinário da FEI. “O FEI HorseApp é uma ferramenta crucial para facilitar a rastreabilidade de cavalos que participam de eventos FEI, bem como a coleta de dados para permitir uma melhor análise de avaliação de risco e tomadas de decisão acertadas. Trata-se de um elemento-chave para garantir um retorno seguro à competição e minimizar o impacto de um surto de doenças no futuro. ”

O aplicativo será usado para enviar resultados de PCR negativos à organização dos concursos. Além disso, o Veterinário FEI durante os exames na chegada irá escanear o microchip do cavalo com um leitor conectado via Bluetooth ao FEI HorseApp, e também registrar a temperatura do cavalo no mesmo.

De acordo com os protocolos de retorno à competição, também será obrigatório que todos os cavalos sejam oficialmente checados na secretaria do concurso usando o FEI HorseApp, garantindo assim a rastreabilidade em caso de um eventual caso de doença.

“As tecnologias baseadas em dados são uma parte fundamental da solução para a atual pandemia de EHV-1”, disse Gaspard Dufour, diretor de Informação e Tecnologia Esportiva da FEI. “Podemos usar as funcionalidades existentes do FEI HorseApp para monitorar ativamente o movimento e o estado de saúde do cavalo e adicionamos novos módulos que proporcionam um retorno mais seguro à competição", acrescenta Dufour.

“Mas, mais importante, a coleta desses dados quantitativos é fundamental para acompanhar a evolução da doença e nos permite tomar decisões mais bem embasadas quanto ao reinício inteligente e seguro das atividades esportivas equestres.”

O FEI HorseApp está disponível para download na Apple Store e Google Play para dispositivos Android. A nova versão do FEI Horse App, incluindo os módulos "Return To Competition", já está ativa.

As medidas de Retorno à Competição estão disponíveis aqui.

    novo logo cob 75                              52486598 2004012323016475 4886399187605782528 n              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital