superior covid19 2

QUIZ CBH

ID CBH 4

Entre os dias 26 e 28 de novembro,  o Haras Triunfo recebeu enduristas de diversos estados para a III Etapa do Campeonato Paranaense de Enduro Equestre. Batendo a meta de 100 inscritos dos organizadores, o haras, localizado próximo à Colônia Witmarsum (Palmeira - PR), pequena cidade turística com forte tradição alemã, recebeu 105 conjuntos para os dois dias de provas, em categorias desde Iniciante 17km até CEI 3* 160km. 

Na disputa de mais alta perfomance do esporte, os 160km, o conjunto campeão foi José Caio Frisoni Vaz Guimarães e Cabo Frio CSM (*Eksport x Ahuar), confirmando a ótima fase após serem vice-campeões brasileiros da categoria. Com essa prova, o atleta também garante a vitória do Ranking CBH na categoria, já que não haverá mais provas de 160km nesta temporada. 

“Estou muito feliz com o resultado e com o Cabo Frio, é um cavalo que já tem uma longa história com a gente, de vários anos. E depois de ser vice no brasileiro, ganhar essa prova e o Ranking CBH foi muito importante para mim, realmente um sonho que virou realidade”,  comenta o campeão. 

 caio e cabo frioCaio Guimarães e Cabo Frio CSM foram os campeões da categoria CEI 3* 160km

O dia estava quente na região e, apesar do ótimo piso das trilhas rodeadas por plantações de eucalipto, Caio conta que foi uma prova bem técnica: “ O piso era muito bom, mas tinham muitas curvas e falso plano, então era preciso estar atento”. “Só tenho a agradecer a toda a minha equipe, que trabalhou dia e noite para que isso fosse possível. Especialmente ao Daniel e ao Valmir, que estão todos os dias com os cavalos, e também ao Henrique (veterinário e treinador) que entende o Cabo Frio como ninguém”, completa. 

equipe haras blue grassA equipe do Haras Bluegrass comemora a vitória

Na categoria CEI 2* 120km, a vitória foi para Vilson Soares montando Thorin GY (*Azhar du Barthas x Polaca Rach), que completaram os quatro anéis da prova com velocidade média de 18.44 km/h. “Comecei a treinar com o Thorin há um tempo, e ele demonstrou que tinha capacidade para se desenvolver muito bem nessa prova. O local da prova era muito bonito e fomos muito bem recebidos”, comentou o cavaleiro.

Para o proprietário do animal, José Geraldo Moreira, a vitória e a prova foram motivo de grande alegria: “O Thorin tem uma força física descomunal e é difícil de montar. Sempre soube que seria um campeão. Sua preparação levou mais de dois anos com a vinda da pandemia, mas a vitória veio logo em seu primeiro 120km. Parabéns ao nosso cavaleiro Vilson!”. Quanto à prova no Paraná, José Geraldo destacou que “só ouviu elogios, com certeza estaremos por lá novamente em 2022”. 

 vilson e thorin paranaVilson Soares e Thorin GY na busca do título dos 120km na III Etapa do Campeonato Paranaense de Enduro Equestre


A segunda colocação foi de João Paulo Nunes da Silva e La Palma Trio, com velocidade média de 17.12km/h, seguidos por João Leonel Antocheski e RG Koral, com mesmo tempo de prova. O quarto lugar foi de Elisa Penna com Inglaterra Endurance, com 16.96km/h de média. A quinta e sexta colocação, ambos com média de 13.91km/h, foram para José Antônio Machado com Maria Bonita Paulista, seguido por Fernando Gonçalves e La Isla Bonita Rach. 

Na categoria 120k Young Rider, dois conjuntos concluíram a prova: João Pedro Antocheski foi o campeão montando Corlay Endurance, com média de 15.10km/h, e a prata foi para Artur Ulsenheimer com RG Kniaz, que finalizaram a prova com 14.32 km/h

 

JoãoENDURO
João Pedro Antocheski foi o campeão da categoria CEIYR 2* 120km

 

A etapa recebeu elogios de vários participantes nas redes sociais, que parabenizaram a organização pela receptividade, infraestrutura e belas trilhas da região. Proprietário do Haras Triunfo e Diretor de Enduro da FPrH, João Leonel conta que “a prova foi o que esperávamos: uma festa! Foi resultado de um trabalho em conjunto, começando na sexta-feira pelo churrasco oferecido por enduristas paranaenses. Tivemos muitos participantes na categoria Aberta e fiquei muito contente em ver a alegria desses conjuntos. Não posso deixar de agradecer a equipe do Haras Triunfo pelo cuidado com as trilhas, que ficaram impecáveis”. 

“Espero que em 2022 possamos ter grandes provas em todos os estados!”, completou Leonel. 

O Diretor de Enduro da CBH, Dudu Barreto, também comentou sobre a prova: "gostaria de parabenizar a Federação Paranaense e os organizadores pelo evento, todos elogiaram bastante. É muito importante que a gente tenha pessoas engajadas em fazer bons eventos para que o esporte cresça. E sem dúvida o Paraná é um local muito propício para disputas de longas distâncias e observatórios para provas importantes, tem clima e terreno muito bons”. 

Clique aqui e confira todos os resultados da prova.

A última prova de Enduro do calendário nacional 2021 acontece no Brasília Country Club - DF, no dia 04 de dezembro. A etapa está com inscrições abertas e terá provas de até CEI 1* 100km. 


Brasileiros no exterior

Também no último final de semana, o Brasil obteve bons resultados em provas de Enduro na Itália e em Portugal.

Na disputa de sábado (27/11) de 160km em Sines - Portugal, dentre os 18 conjuntos que largaram para  a disputa, Carlos Augusto Paes de Barros, o Carlito, ficou com a sétima colocação, montando Soha Du Plasso, a 17.9 km/h de velocidade média. 

No mesmo dia, em Cavaglia - Itália, Felipe Morgulis foi vice-campeão da categoria CEI 1* 100km, montando Visconde Endurance, finalizando a disputa com 18.24km/h de média. 

 

Fotos: Ricardo Saliba

 

 

    novo logo cob 75                              sec esporte 2              seloLeiIncentivoVertical 72           EUw1EH7X0AE6DBv          institutoethos               pactopeloesporte               horsepilot 

  2020110351982001605034774

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital